Paulo Afonso-BA: Governo federal corta recursos e Sesc pode fechar as portas

 

Já existe uma mobilização nacional em defesa da continuidade dos recursos repassados pelo Governo Federal para o Financiamento do Sistema S, o Sistema S é composto por nove entidades e se dedica, entre outras atividades, ao ensino profissionalizante. Entre elas, estão o Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac).

O presidente Jair Bolsonaro, pretende reduzir o financiamento do Sistema S entre 30% e 50% . A medida pretende levar o setor a bancar parte de suas atividades e desonerar a folha de pagamentos. Hoje, os recursos são recolhidos sobre a folha. Paulo Guedes, Ministro da Economia, defendeu os cortes: “Tem que meter a faca no Sistema S” . Representantes de federações da indústria pediram “discussão ampla” e “planejamento” antes de qualquer mudança. No ano passado, a arrecadação para o Sistema S chegou a R$ 16,5 bilhões. A ideia do governo é reduzir encargos da folha de pagamento para estimular a geração de empregos.

Em Paulo Afonso Bahia, funcionários já aderiram a campanha da confederação, Sicomércio, e já estão postando nas rede sociais solicitando apoio da sociedade, pois, ainda é a única instituição que traz cultura para o município, com cinemas, teatro, oficinas, cursos, entre outras atividades voltadas a cultura educacional.

A cidade corre sério e eminente risco de perder essa instituição de ensino que tanto contribui para desenvolvimento cultural dos jovens do município. É preciso uma grande mobilização por parte de políticos, entidades e a comunidade em geral, para evitar essa possível perda cultural.

 

VOCÊ SABE QUAL SERÁ O IMPACTO DA PROPOSTA DE CORTE de 40% nas alíquotas de contribuição do Sesc e Senac ?

Se manifeste em favor do Sicomércio em suas redes sociais usando a tag #EuSouSescSenac