Paulo Afonso-BA: Em entrevista coletiva, secretário de Saúde atualiza informações sobre o combate a Covid-19 no município

Nesta sexta-feira (22), o secretário de Saúde, Guiarone Garibaldi, concedeu mais uma entrevista coletiva transmitida ao vivo pelas redes sociais. O encontro, promovido serviu para atualizar as informações sobre as medidas tomadas pelo governo municipal para controlar a incidência da covid-19 em Paulo Afonso, aconteceu no Auditório Edison Teixeira e contou com a participação de profissionais de rádios, sites e veículos de comunicação da cidade.

Guiarone iniciou ressaltando a preocupação do prefeito Luiz de Deus e a dedicação dos profissionais da Saúde, como ferramentas fundamentais na luta para impedir a incidência de novos casos da doença no município. “Continuamos trabalhando com o objetivo de salvar vidas. Todas as decisões são tomadas com o aval do nosso gestor, que tem dedicado atenção especial às ações que visam barrar a contaminação”, falou.

Entre as novas medidas consideradas essenciais para impedir a incidência de novos casos, anunciadas na quinta-feira (21), o secretário confirmou o retorno das barreiras sanitárias, a partir deste sábado (23). Além dos pontos de abordagens que voltam a funcionar no posto da Polícia Rodoviária Federal, entroncamento entre a BR 110 e BA 210, e na divisa com o município de Glória, próximo à entrada da localidade Riacho da Morena, será montado um posto no povoado Malhada Grande, em frente a unidade de saúde. No local, as equipes estarão verificando a temperatura e saturação de oxigênio de motoristas e ocupantes dos veículos que transitam pela rodovia. Ao lado do PCTRAN, próximo à ponte de acesso à ilha, continua funcionando o corredor para desinfecção de veículos.

Outra novidade anunciada pelo secretário foi o início do funcionamento do mini-hospítal de campanha no Ginásio Esportivo Luís Eduardo, que desde o anúncio da pandemia funciona como centro de triagem. Serão instalados leitos de enfermagem para abrigar provisoriamente pacientes em observação.

As enfermeiras da Vigilância em Saúde, Micheline Moreira, que é superintendente, e Jaqueline Rezende, que participaram da entrevista, informaram que em breve o Laboratório Central (Lacen) estará apto a realizar exames para detecção do novo coronavírus. “Já foi construída uma sala para a instalação dos equipamentos que serão enviados pelo Governo do Estado. A Secretaria de Saúde continua cobrando a chegada dos equipamentos para que possamos iniciar esse trabalho no mais curto espaço de tempo possível”, reforçou Micheline.

A equipe ressalta que os testes rápidos para detecção do novo coronavírus são realizados em pessoas que apresentem sintomas, como coriza, febre e dificuldade para respirar. Em caso de suspeita, a pessoa deve procurar a unidade de saúde do seu bairro, onde será atendida, avaliada por um médico e, se houver necessidade, encaminhado para um dos centros de triagem para fazer

o teste rápido. Em caso de suspeita, o paciente ficará em isolamento domiciliar e se o resultado for positivo, será encaminhado para a UPA/Covid.

Sobre o funcionamento do comércio, o secretário reafirmou que o horário de funcionamento determinado no novo decreto é das 7h às 13h, para não coincidir com as atividades dos salões de beleza e barbearias, autorizados a funcionar das 13h às 18h. Em todos os estabelecimentos é obrigatório o uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel.

A equipe alertou a população sobre notícias inverídicas espalhadas por pessoas mal intencionadas, para causar pânico. “Todas as informações referentes à contaminação pelo coronavírus são passadas de acordo com as determinações da Secretaria Estadual de Saúde. O setor jurídico da Prefeitura tomará medidas cabíveis contra os autores de fake news”, ressaltou Guiarone.

O secretário agradeceu às secretarias de Meio Ambiente, Infraestrutura e Administração, parceiras da Secretaria de Saúde nos trabalhos realizados nas barreiras sanitárias. Guiarone fez uma comparação entre Paulo Afonso e outros municípios do Brasil em relação aos resultados. Segundo ele, um estudo preliminar feito pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), apontou o município como o único do país que inverteu a curva da contaminação.

“Isso se deve à seriedade do nosso trabalho e o apoio total do prefeito Luiz de Deus. Mas para que continuemos controlando a situação, a população deve nos ajudar, obedecendo às normas, ficando em casa e se precavendo, usando máscaras ao sair, em casos de extrema necessidade”, concluiu.

A equipe da Secretaria de Saúde informa que a partir deste sábado (23), das 8h às 17h, em sistema de drive thru, serão aplicadas todas as vacinas interrompidas por determinação do Ministério da Saúde, em virtude da pandemia do novo coronavírus. O objetivo da ação é atualizar a caderneta de vacinação de todos os grupos de pessoas.

Ascom/PMPA